Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 3 de abril de 2011

Procura

Na noite bem longe,  perto ficou as marcas de um dia, no meu cantinho, percebi minha ilusão, ventilei explicação, nada me dizia esta noite, conclui que isto é mesmo uma comunão, por fora não via nada, por dentro só via tu, e lá me me vou te procurando, sem um retrato se quer, olhava teus pensamentos, me via por dentro dele, saindo um pouco dali , quem eu via não era tu, era  a memoria que dizia, esse desenho foi inventado por tu. Pinta nas tuas cores e faz o colorido andar, se mexe feito uma duna, e ela te traz na onda teu mar, nesse balanço do mar vou mergulhar, nem que seja na correnteza de um rio, vou um dia te encontrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário