Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 17 de julho de 2011

Cumplicidade

Quando a palavra perde a força a imagem fala por ela!
Uma flor fala por mil palavras...
Nela confio ...
Sei que irá falar por mim,
Sem traição,
Ela é e serão meu pombo correio ,
Mensageiras da minha emoção,
Recados para amigos,
Abraço para meu amorzão,
Feitiço para seduzir,
O coração,
Que provocou atração,
Se infiltrou no meu coração,
Feito fogos de São João,
Cravou em mim emoção,
Planou-se feito flor em jardim,
Por isto que estas flores,
São cumplice emfim...

Como passarinho

Nasci,  alguém me libertou
Cortou o cordão umbilical,
Sou pasarinho peregrino,
Sou condor, sou beija-flor,
 Sou ternura sou amor,
Sou paixão, ilusão sou o que sou...
No meu mundo tem voôs sem limites,
Sem fronteiras,
Sem rotas,
São as emoçoes na direção,
Delineando as trilhas do coraçao,
Podes me encontrar curtindo a brisa,
Olhando o sol nascer,
Num belo jardim,
Namorando e beijando uma linda flor,
Me deliciando com a seiva do amor,
Livre como se sente o beija-flor,
Podes me encontrar,
Atravessando fronteiras,
Cortando rios,
Atravessando pontes,
Desafiando a Montanha,
Vencendo minhas bareiras,
Transfigurando incertezas,
Seja onde for,
Sou livre sou beija flor,
Sou sencivel,
Sou feita de amor,
Sou passarinho,
Vou  voar onde pousa meu amor.
Perseverante e livre,
Sou condor.
Beija-flor,
Sou Pasarinho,
Sou condor,
Sou liberdade,
Aguerrida,
Abro as portas ,
E as janelas,
Rtiro as tramelas,
E te deixo entrar.

Instantes

Tem algo nascendo,
Por dentro de mim,
Passei conferindo,
Não era jasmim,
Era uma linda rosa,
E um imenso jardim,
Com tapetes de rosas,
Na cor de marfim,
Borboletas voando,
Passaros cantando,
Chuva caindo,
Açude sangrando,
Rios transbordando,
Um fotografo clikando,
As cenas passando,
E eu fui ficando,
Era o tempo se refazendo,
Para uma espera,
Nascida  e escrita,
Pensada revista,
Implicita,
Contida,
Vencida,
Ventilando a vida,
Brancas  nuvens,
Vestida de véu,
Sozinha no céu,
Ora castelo,
Ora tapete esfarrapado ao leu,
Donas de varios castelos,
Celestial,
 Bichinhos, Se desmanchando,
As nuvens andando,
E eu esperando...
Duvidando,
Um domingo frio,
Um dia indo e vindo?
Tua voz serenizada,
As lamentações do mar,
Do vento dos céus, das estrelas,
A tua voz presente,
Ausente...
Quero ver o que tem lá dentro.