Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 16 de março de 2014

Bonito e feio.

Fui buscar uma certeza,
Encontro com bonito e feio,
No encontro com o bonito,
Tudo era tão feio!
 O  bonito  veio trazendo  incertezas,
Como gostar do bonito se ele é  todo feio?
Não sabe ser o que é ,
Só é o que sabe ser,
Assim o feio e o bonito,
È feito de um olhar!





Achado.

Andei de porta em porta,
Batendo o  sino do chocalho,
Procurava uma casa,
Que nunca mais encontrei,
Ouvia dizer que  é um espaço,
Passo a ver entre o abismo e um vulcão,
Com lentes do coração,
Flutuando sem paredes,
Sem teto e sem telhado,
Quatro parede grudada,
E uma certeza ao meio.

Poetando com Carlinhos do Bento: A FÁBRICA DE DOCES.

Poetando com Carlinhos do Bento: A FÁBRICA DE DOCES.: NA ADOLESCÊNCIA PERGUNTEI Á MEU PAI: PAI, O QUE É SEDUÇÃO ? E ELE CONTOU-ME A SEGUINTE HISTÓRIA: NA VIDA MEU FILHO, CADA UM VIVE VENDEN...

Sem comentários,  vamos construir a fabrica do amor.

Poetando com Carlinhos do Bento: A FÁBRICA DE DOCES.

Poetando com Carlinhos do Bento: A FÁBRICA DE DOCES.: NA ADOLESCÊNCIA PERGUNTEI Á MEU PAI: PAI, O QUE É SEDUÇÃO ? E ELE CONTOU-ME A SEGUINTE HISTÓRIA: NA VIDA MEU FILHO, CADA UM VIVE VENDEN...

Se é uma fabrica  que falta,não pode nem pensar em demorar, como fabricar o amor se já vive a namorar...