Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 5 de março de 2015

poeti-amo


Viver
Se um dia o vento soprar as folhas dos seus sonhos,
E espatifar seu poema,
Sinta a brisa do mar colado nos pés da vida,
Pergunte a lua cheia o que fazer com seu coração,
Marque um encontro com sua alegria na lua nova,
E faça um cordão de letras para enganar a poesia,
Se mande no mundo da emoção,
Cantarolando a musica do amanhecer,
Que o galo canta no pingo do meio dia,
Anunciando a Ave Maria do amor,
Do Carmo

Surpresa
Quando você pensa que nada existe,
È por que não existe o nada,
Você nada em águas profundas,
Por que não aconteceu;
E continua nadando em busca de águas claras,
E fundas; em busca de um coliseu.
 Do Carmo

Amantes
Olhos que são só meus,
Onde tu pisca sonhos de hebreus,
Vem piscar em meu terreno,
Ou   alugo um sono teu.


 Do Carmo