Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Rei mando

Não viver um sonho,
É viver sem um laço,
Um abraço...
Fatias de vida,
Caminho traçado,
Doía  na estrada,
Espinho afinado,
Perfurou o corpo,
Sangrou sem arder,
Um braço laçado,
Uma mão pontilhada,
Um olhar apertado,
Vida rimada.




sábado, 11 de abril de 2015

Para não morrer!

Como viver neste mundo!
Se só tenho agora você,
Te encontrei por a caso,
Será possível que é isso mesmo?
Assim  eu me perco ,
Me acho um fiapo,
E nada de você.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Sentir-se!

Este mundo dos sonhos,
 É um mundo invasor,
Atravessado por linhas invisíveis,
Pontos extremos,
Dias contados,
Noites de lua sem fim;
É ver o outro mundo,
Nos mundos claros,
Videntes, sente-se!
Um sentir, sentindo-se.