Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 14 de maio de 2011

As entrelinhas

 Fiando uma teia nas entrelinha da vida, fui segurando o fio e dando nó, fui deixando  arrumadinha  feito  ponto rococó, seu desenho parecia   aranha no seu filó, fui amarrando os pontinhos e pensando meu luar, em cada ponto seu olhar, na menina dos seus olhos, fui costurando uma gravata, pra laçar o teu amor, dei um laço e no embaraço desatou um desabafo, quase perco meu amor!

Poetando com Carlinhos do Bento: OPOSTOS

Poetando com Carlinhos do Bento: OPOSTOS: "As vezes eu sou noite...tu és dia. Não adianta esconder Te procuro não encontro Dentro de meu viver. As vezes eu sou Terra...tu és mar...."

Poetando com Carlinhos do Bento: DÚVIDA de Silva Maria do Carmo.

Poetando com Carlinhos do Bento: DÚVIDA de Silva Maria do Carmo.: "Se eu soubesse, que plantando letrinhas colheria POESIA. Plantaria um campo enorme de palavras...só pra colher um POETA."