Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Sonho cuidado

O tempo é agora e nunca,
O tempo é sonho roubado,
É lugar sem espaço.
É agua que escorre entre os dedos,
São dedos molhados,
Encantos dos meus olhos,
Correnteza de um rio fluente,
Que se cruzam nas curvas das emoções,
Que se movem na encantadora calma da solidão,
Sonhos que constrói casas nas arvores,
Um ninho traçado de sentidos,
Nos seus olhos a encantadora calma do mistério,
Me leve nessa correnteza.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Beijo roubado

O beijo roubado no calor da emoção,
 É um lenço molhado de satisfação,
Umedece o coração,
E respinga no corpo nostalgia,
Uma sensação de duvida ruminando,
Nos ouvidos da paixão,
Um beijo roubado  é  uma tentação,
fica rondando no corpo,
Escorrendo na alma,
O desejo de ter  nas mãos ,
O anel da confirmação.
Beijo roubado onde te encontro?
Volta sem moderação,
Tu és tão doce e atrevido,
Beijo roubado me estenda a tua mão.



quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Entrei na sua onda!

Entrei na sua onda,
Nesse mar de emoção,
Sem nem uma explicação,
Minha alma vive  a esquiar,
Nas idas e vindas,
Nos braços da vida,
Me deito em seu ombro,
Onde posso sorrir,
Me inspirar e refletir,
Levada pela onda,
Sonhos a fluir.