Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 7 de maio de 2011

O fim sem fim

Bom dia sem fragmentos, bom dia inteiro e vibrante , bom dia com vinte e quatro horas, todo enfeitado, feito do molejo da baiana da Bahia, com colares coloridos,  batuque  e musica tim,tim, tudo arrumadim, feito festa  do dia de Cassia, a Santa Rita que o povo ama  aqui , tão grande que parece  foquete, rarefeito dos  astros , aqueles que nem se sabe seu fim. Esse bom dia hoje, tem endereço e tem  fim, ninquem sabe por que esse dia, é tão especial assim, só eu sei que dia é esse ,que registro e deixo aqui, esse dia não é meu, mas de mim  partiu  e com um fim, aterrizando no seu aeroporto,  te via passar por mim , cheio de  poder, poder de receber e doar,  de se transformar pra mim, fazer  um dia  assim,  brilhante como  raios de sol daqui,  com a boniteza das flores em jardim na primavera,  brilhante  como noite em  reveillon. Esse dia é pra você  meus amores, neste  dia  chamado hoje, um dia da treavessia do fim sem fim.