Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Estou te olhando

Quando olho nos teus olhos,
Sinto  a terra  estremecer,
Os olhos começam se mexer,
A falar e convencer,
Firmes, as vezes vibrantes,
Vejo nos teus olhos o amanhecer,
Serenos como eles são,
É capaz de me vencer,
Prefiro acreditar que é verdade!
Até na virtualidade,
Porque os olhos!
Estes falam sem vaidade,
Eles brilhantes, ou  opacos,
Só eles sabem dizer,
E é por isto que o olho no olho,
Costuma se entender.
Eu daqui estou te olhando,
E te vejo sem te ver,
Com os olhos que se escondem,
Em mim e em você,,
Desse jeito eu te olho,
Ninguém mais vai saber,
Que vejo meu bem querer,
E só vejo o que quero ver,
Você é um lindo e amável ser..