Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Totoró

Pesquisei no Totorö.
Tela Adriano Santos
As coisas belas de lá,
Encontrei pedra falando,
Sino tocando,
Anunciando o lugar,
Convidando toda gente,
A fazer trilha e caminhar,
La de cima acenar,
Ao povo que ama seu pomar,
Pois tem a  pedra do caju pra admirar,,
Tem pedra do sino a tocar,
Tem muita  riqueza enterrada, 
Lá tem Botijas pra arrancar,
Continuo a pesquisar,
Me sinto  essa pedra desenhada,
Igualzino um altar para estudar,
As  serpente do seu imaginar,
Me disseram que elas continuam  nesse altar,
E o ET que passou a impressionar,
As historias de encanto
Da vida  dos seus viventes,
Do passado temente,
De gente que ficou  lá,
Das coias do lugar,
Da carranca,
Das Botijas,
Das inscriçoes marcadas pra registrar,
A passagem de outro povo,
Que arribou, mas escreveram na rocha,
Como escritor de alá.
Totoró é meu lugar,
Que me inspira como  amar.
Esse lugar tem pedra,
Que é cajú pra chupar,
E no açude acampar,
Pense um lugar bonito pra se amar!