Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 24 de abril de 2012

Flexada

Meu coração foi atingido,
De longe por uma flexada,
Só levou uma pedrada,
Derrepente deu um nó,
Menino esse teu jeitinho ,
Jogou meu coraçao  da janela,
 Longe...
Eu já não era, e agora não sou,
Meu sonho se esmagou,
Só me restou..,
O coração ferido,
Cheio de dor,
Derrepente
 Tu abriu um sorriso,
A dor passou!

Identidade.

Homem é igual a cabelo,
Um dia agente prende,
No outro agente solta,
Tem dias que agente alisa,
Tem dias que agente enrola,
São igualzinho um lenço,
 Agente dobra tira o batom,
 E joga... na bolsa.

A Cartinha

No lenço branco da vida,
Na estrada permitida,
Vi voar meu coração,
Cheio de ferida,
Nele estava escrito assim:
A vida é tim,tim,
Namoro, casamento  e separaçao,
A pessoa nasce, cresce e morre,
Por isto que eu digo,
Separa o joio do trigo,
Vem na varanda e me olha,
Veja que agente cresceu,
Derrepente agente morre!
Lá vai os sonhos embora.

N a til não

Não e não,
Cheguei, cheguei,
Me dê sua mão e sua presteza,
Vamos...
Vou curtir e cutucar,
A sua beleza,
Seu sorriso,
A sua gentileza,
Acordar seu corpo,
Fazer malvadeza,
Já peguei a chave,
No final das contas,
Só vai dá eu e você!