Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 16 de junho de 2012

Agarradinho

Passo a vida  sussurando,
Nos ouvidos do sonhar,
Subindo penhasco e descendo,
Para com ele me encontrar,
Ao descer vou escoregando,
Devagarinho... davagarinho,
De braços dados,
Agarradinho...
Pra ele não  se soltar.
Pois ele é como o vento,
Me leva pra lá e pra cá!!!
Do jeitinho que eu gosto,
O negocio é sonhar.
Nem que seja sonhos revoltos,
Como o agito do mar,
 Com um tempinho  para dizer,
 Boa noite sonho meu.
E assim te desejar,
Muitos sonhos a balançar,
No  mar em seu silêncio,
  Sem ondas para agitar,
Vendo a lua em alto mar,
E um barquinho a navegar...
Um dia, tenha certeza.
A janela do mundoo se abre,
E aquele sonho... sonhado,
Vai sim, se realizar,