Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Cá em nós!

Lá na praia do forte,
No coração do Nordeste,
O dia é ensolarado,
Ainda tem forró animado,

Tem Iemanjá,
Vestida como sereia,
Tem tudo de belo
No porto,,
Tem o sorriso no mar,
Mas é certo que Iemanjá,
Abre os braços pra te amar.

Meu sol

O sol que brilha distante,
É o sol que me traz luz,
O sol que todo dia me seduz,
O sol que desencanta fora de mim,
E que por mim reluz,
É  o  mesmo sol que se traduz,
Numa grande trincheira que produz,
As alegrias do meu ser ,
Seja ele poente ou nascente,
Minha energia  nasce todo dia,
Com esse sol nascente e quente,
Que queima sempre,
Que irradia na mente,
Surge de repente,
Alimenta o corpo,
Que a terra pertence,
Como rei  domina bem ,
Ardente, vermelho e vibrante.