Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Convite

Não tem rima que defina,
O que  diz  a minha terra!
Nem calor ,
Que esquente tanto,
Como  lá na minha serra!
È por isto que convido ,
Você  minha paixão !
Vir pra cá de mala e cuia,
Passear pela caverna,
Por lá nosso amor encerra,
A agenda definida,
Sobre a paixão reprimida,
No passeio da caravela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário