Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 28 de maio de 2013

Só assim...

Se eu fosse uma cacimba,
Beberia toda água da tua doçura,
Faria vários poços de ternura,
Para banhar o coração de meu amado,
Quando a água do rio secar,
A correnteza passar,
E meus olhos não te alcançar!
Só assim teria certeza,
De ter o mel  dos teus olhos,
Guardado para adoçar a minha saudade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário