Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 22 de maio de 2012

Do min io

São nos teus olhos que dormem  meus sonhos,
São nestes lábios finos o lugar que quero andar,
Abraçar o teu sorriso,
De braços dados viajar,
Para nunca te ver chorar,
Vou demarcar meu teritório,
Armar uma tenda no centro do coração,
Sequestrar seu penasamento,
E dominar estes lindos olhos!


2 comentários:

  1. Você anda muito inspirada. Seu poema é esta dentro do contexto da dicotomia real e virtual... Para o amor não existe fronteiras essa é a grande verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo!
      Obrigada pela visita,
      Seu comentário me fez muito bem,
      Voc^conseguiu ler as entrelinhas ou as linhas.

      Excluir