Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 16 de março de 2012

Eco

Agente do Norte,
Do Rio Grande,
Do forte,
Das dunas,
Das damas,
Jangadas flutuam,
Em noites de lua...
Romances com estrelas,
Piscando parao mar,
Remonta os montes,
Ontem  os morros,
Hoje o careca,
Morro da ponta,
  Negra sobreviveu,
Morro do careca,
Na ponta negra,
Verde do mar,
Do azul celeste,
 Beleza e formosura,
 Tapete de arvores pura,
Ternura, aventura,
A pureza da terra,
A grandeza do  céu,
Azul serenata,
Amor sem véu,
Silêncio do mundo,
O eco de Deus,
Enre o céu ,
E o mundo,
Pegadas da história,
Que o homem bebeu,
Natal feito de morros,
Ao morro se rendeu.
O morro vennceu,

 
 
 

Um comentário:

  1. Que bela expressão poética!Parabéns pela forma com que você poematizou a nossa Ponta Negra de clara lembranças A sua beleza se harmoniza com "O eco de Deus,
    Enre o céu ,
    E o mundo,..."
    Prof. Berto, para os íntimos.

    ResponderExcluir