Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 9 de maio de 2011

O invasor

Devagarinho sorrindo,
Sem modestia ele chegou,
Cheio de ternura,
Com olhar de anjo se  anunciou,
Com lisura seu poema penetrou,
Duvidei!
Exclamei!
Foi uma flechada,
Que Sao Jorge enviou!
Acentuei,
Não era anjo,
Não era arcanjo,
Não era santo,
Não era nada diferente ,
Não era apenas amor,
Era um invasor,
Feito  abelha na comeia!
Foi chegando e se infiltrou,
Cheio de mel,
Adocicado,
Ferruando  coraçao,
Feito abelha numa flor!
Nao sei, nao sei,
De onde vem tanto amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário