Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Uma fezinha

Fui na mesa de jogo te buscar,                                                 
Senti teus labios serenos,
Tua boca sufocar,
Em teus olhos teu encanto,
Teu jeitinho de embalar,
Nunca vi coisa tão loca,
Como o jogo de amar,
Sen sentir, sem ver, sem  ti,
Minha vida é murmurar,
Como barco a flutuar,
 Jogando laço de fita,
E um jeito de atracar,
Na ancora de uma rosa,
Te vejo desabrochar,
E assim te vou ganhar ,
Nesse jogo  de bilhar.

2 comentários:

  1. Pra quem gosta de um taco
    E gosta de encaçapar
    O Bilhar é um joguinho
    Interessante de jogar.

    ResponderExcluir
  2. Esse anonimo nunca vai me enganar, sei direitinho de onde partiu esse poeamar! brigado por compartilhar, amei e continuo a amar, esse jeitinho de rimar, vou continuar pesquisando ou então advinhar, de onde vem esse joguinho que comecei a jogar.

    ResponderExcluir